Uma Mercearia Portuguesa, com certeza!

“Não perguntes o que teu país pode fazer por ti. Pergunta antes o que podes fazer por seu país.” John F. Kennedy

Margarida Vila-Nova [Martins], atualmente personagem principal numa novela portuguesa, a ser exibida em horário de prime time, seguiu à risca a máxima de Kennedy quando se mudou à três anos atrás para Macau, e por lá abriu a Mercearia Portuguesa. Recentemente, encontra-se a braços com outro projecto, mais voltado para a venda de produtos cosméticos, em parceria com a ClausPorto — a Futura Clássica.

A marca Portugal tem um potencial imenso além-mar. A Margarida, ao par de várias pessoas anónimas, percebeu isso e pôs, com se diz na gíria, “as mãos na massa”. A chave do sucesso passou [aparentemente] por aliar o ambiente rústico, típico das mercearias que encontramos quando caminhamos por alguns bairros típicos de Lisboa, e de província, a uma narrativa em jeito de storytelling, em que há um aparente cuidado em explicar aos clientes, a origem e a história por detrás de cada produto.

Mais que as minhas palavras, recomendo vivamente a lerem o artigo publicado em Dinheiro Vivo, a 06 de fevereiro de 2015, assim como o artigo de à três anos atrás, publicado no suplemento P3 do jornal Público.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s