A caminho de Viracopos.

Imagem

Na imagem: Obras no Aeroporto de Viracopos (Campinas, SP).

É já amanhã que se irá dar início à minha aventura por terras de Vera Cruz. Esta viagem, ao contrário de todas as outras que realizei, tem especificidades muito singulares.

Para além de ser uma viagem intercontinental e de longa duração (10 horas), irá ser uma viagem que irá ficar guardada na retina para o resto da minha vida. Será a minha primeira como emigrante.

Ter tomado esta decisão foi uma das mais complicadas que tomei desde sempre, e sobretudo devido a razões familiares. Não foi fácil de início conseguir o apoio que necessitava para a minha tomada de decisão. Tive por isso de captar apoio de pessoas mais próximas mas fora do meu núcleo familiar. Embora ainda não lhes tenham dito, todas as pessoas que me apoiaram de forma incondicional, foram sem dúvida muito importantes em todo o processo.  Sem querer elas passaram a ser para mim uma segunda família que sempre me deu força e coragem para avançar com a minha decisão sem nunca vacilar.

A gestão de todo o processo que durou cerca de 1 ano e que culminou com a atribuição de uma bolsa de investigação/estudos por parte da FAPESP (o equivalente à FCT em Portugal) foi muito complicada de gerir em termos emocionais.  A preparação da viagem, que vem sendo feita de à 1 mês e meio para cá foi um período agitado e ao mesmo tempo pautado por uma gestão intencional de silêncios. Tentei não falar na inevitabilidade da partida assim como tentei manter as minhas rotinas habituais que tenho ao longo dos meses de verão. O objectivo foi tornar a minha partida – que será amanhã pelo início da tarde-  o menos dolorosa possível, tanto para familiares como para amigos mais próximos.

Não sabendo o que o meu futuro me reserva para os próximos tempos, o ter chegado até aqui já me preencheu em muitos aspectos. O reconhecimento do meu valor enquanto jovem investigador é sem dúvida o que qualquer jovem da minha idade precisa de modo a acreditar que pode ambicionar por uma carreira longa e auspiciosa. O ter ganho uma segunda família-que me irá amparar nos próximos tempos- foi talvez a maior vitória desta grande aventura que irá brevemente começar.

Este blogue foi o espaço que escolhi para partilhar convosco esta nova etapa na minha vida pessoal e profissional. Espero, para além de falar de mim, dar também a conhecer a cidade que me irá acolher – Campinas– assim como a universidade onde irei trabalhar-Unicamp.

Fico a aguardar pela vossa visita e pelos vossos comentários. Podem também seguir as publicações deste blogue a partir da página de Facebook.

Anúncios

5 pensamentos sobre “A caminho de Viracopos.

  1. Pingback: 1 mês de Brasil numa imagem. | Astrolábio

  2. Pingback: Selecção Portuguesa a Caminho do Brasil-o comentário que faltava. | Astrolábio

  3. Pingback: Novos Horizontes. | Astrolábio

  4. Pingback: Xenofobia ao virar da esquina. | Astrolábio

  5. Pingback: Na hora da despedida. | Astrolábio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s